BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Não Va

Seu eu pudesse, minha Loba,
Eu estaria agora a pedir
Que não fosse outra vez preciso
Em viagem, vê-la partir.
Sei que lhe é necessário,
Sei que estou sendo egoísta,
Mas tudo que eu gostaria
Era apenas que não houvesse
Outra missão este ano.
Eu sei bem que tivemos
Algum tempo para nós
E aproveitá-lo soubemos,
Vivendo cada momento
Em toda sua intensidade.
Mas, mesmo assim, não pudemos
Realmente o matar,
E novamente nos assombra
O fantasma da saudade.
Sei bem que em poucos dias,
Junto a você vou estar,
Mas, pela minha vontade, escolheria
Nem mesmo por tão pouco tempo
De você precisar me afastar.
Eu não sei dizer se existe
Algum tipo de deus cruel,
Ou cupido revoltado
Que às avessas faz seu papel
E sente prazer doentio
Em tentar nos separar.
Não perceberia a infernal criatura,
Mesmo coisa em querer nosso mal,
Que a cada um dos desafios
Consegue nosso amor superar?
É tão difícil, assim, compreender
Que o nosso amor é profundo
E não vai facilmente morrer?
Dizem que duas almas gêmeas
Para poderem se encontrar
Por algumas dezenas de vidas
Precisam se procurar.
Não sei quanto procuramos
Para, enfim, nos encontrarmos,
Mas sei dizer muito bem
Que agora que estamos juntos
Nada vai nos separar.
Apenas eu gostaria, admito
Que até o fim deste ano,
Você não precisasse viajar.

Te amo, minha Loba!

34 comentários:

António Gallobar disse...

Um belo poema, parabens

São disse...

Bem vindo!

Já estava preocupada com sua ausência, mas agora soube que foi por bom motivo, rrss

Um abraço solidário, meu amigo.

Vivian disse...

...mais um desafio para fortalecer
este amor tão lindo!

bjokas aos dois!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Penso que nosso
maior desejo,
seria que a pessoa
amada,
apenas viajasse
em nós...


Viver é se fazer eterno
para o coração de alguém.

Pensador disse...

António,
Obrigado pela visita.
Abraços!

São,
Admito que, independente do motivo, eu andei um tanto descuidado dos amigos.
Mas agora estou tentando acertar o ritmo de novo...
Beijo!

Vivian,
Os desafios fortalecem. Mas tem horas que cansam...
Neste sentido, a pausa se mostrou necessária, para agora retomar o desafio. E aumentar o amor.
Beijos!

Aluisio,
Nada será melhor que o momento em que esta correria possa finalmente acabar, ou ao menos diminuir bastante.
Enquanto isto, provamos a força do amor, ainda que com algumas pausas e fugas necessárias...
Abraços!

LUZ disse...

Olá Pensador,

Que grande ausência! Já tinha saudades, confesso.
A separação dos amantes é, sempre dolorosa.
Todavia, pense positivo. No regresso, se dá tanto e nem a lua se deita, para vos ver.
Agradeço seus comentários em meu blog.

Beijos carinhosos de luz.

Pensador disse...

Luz,
Difícil seria não notar o sumiço, confesso, rsrs!
Mas estou tratando de me colocar em dia com as visitas aos amigos...
Beijo!

Daniel Costa disse...

Pensador

O que vemos nos teus bonitos poemas de um amor vivido e muito sentido, podemos dizer é a sublimação. Sublimação do bendito amor.
Também gostei da canção.
Abraços

Pensador disse...

Daniel, meu amigo,
Eu vejo os meus poemas apenas como a tentativa de colocar em palavras o meu sentimento pela Loba.
Ainda me falta muito, para aprender a ser poeta.
Abraços!

A Palavra Mágica disse...

Amigo Pensador,

Para que ser poeta? Suas palavras certamente tocam o coração de quem você ama!

Essas viagens são ossos do ofício. Mas que ofício difícil!

Um abraço!
Alcides

wcastanheira disse...

Este poema mensagem me lembrar do meu tempo de marinheiro quando embarcado e tinha q sair a singrar os mares ele pedindo, mas sabendo q eu precisava partir, era doído, mas necessário, um belo poema de paixão e amor, passei muiiito por isso faz pouco tempo quando ainda singrava os mares, pra vc linda bjos, bjos e bjossssssssssssssssssssssssss

O Árabe disse...

Como disse o poeta, meu amigo: enquanto existir saudade, existe amor! :) Meu abraço, boa semana.

BlueShell disse...

Sei bem o que é esse sentir saudade!
Te abraço
BShell

Secreta disse...

Por breve que seja a distãncia, acaba sempre por nos magoar um pouco.
Beijito.

Maria selma disse...

Este amor lindo profundo nunca vai se acabar e em muitas vidas ainda vocês vão se encontrar,,
Um abraço amigo....

LUZ disse...

Olá querido Pensador,

Você tem carácter de lisura. O Aprecio.
Agradeço seus comentários em meu blog.

Beijos de luz.

olhar disse...

torço para que sua amada fique bem pertinho de você, sempre!!!!

beijos ao casal 20!

Bia

Pensador disse...

Alcides,
Copmo disse o Chico Buarque, "Eu queria ser um tipo de compositor capaz de cantar nosso amor". Mas não o consideroi um amor barato.
E, sim, as viagens matam... São ossos duros de roer do ofício...
Abraço!

Wcastanheira,
É bom saber que alguém entende bem a dor que sinto quando ela parte.
Obrigado pela visita.
Abraço!

Árabe,
Se a saudade é a medida do amor, então o amor é imenso...
Abraço!

BlueShell,
Como eu disse ao Wcastanheira, é bom quando sabemos que alguém nos entende...
Beijo, obrigado pela visita...

Secreta,
E como magoa... Pode ter a certeza...
Beijo!

Maria Selma,
Assim espero. Se depender da minha vontade, quero estar junto da Loba em todas elas...
Beijo!

Luz,
Obrigado pelos elogios, e pelo carinho da visita.
Beijo!

Bia,
Obrigado pela torcida. Sonho que aconteça de não precisarmos nos afastar tanto o mais rapidamente possível.
Beijo!

São disse...

Não disse da outra vez mas digo agora: gostei da canção...e ainda gosto mais de o ir encontrando lá em casa, rrrss

Abraço para vós

BlueShell disse...

Venho agradecer a visita e as gentis palavras.
Obrigada!
BShell

O Árabe disse...

Meu abraço, amigo; aguardo o novo post. Boa semana!

Pensador disse...

São,
É, na minha opinião, uma das mais belas canções da Zélia Duncan.
Quanto a me encontrar na sua casa, a ideia é mesmo não perder o contato com os amigos.
Beijo!

BlueShell,
Eu que tenho de agradecer-lhe o carinho das visitas.
Beijo!

Árabe,
Os posts devem continuar um pouquinho devagares, mas prometo para breve mais um.
Abraço e boa semana!

Secreta disse...

Passei para fazer uma visita :)
Deixo um beijito.

Maria selma disse...

Muito grata por sua visita e seu comentario ,belo conto de nossa amiga Lita,falando sobre o comentário ,
existe sim lugares maravilhosos em contato com a natureza e viver de maneira simples só depende de nós....
Lindo fim de tarde,
beijos....

Whispers disse...

Meu amigo,o melhor da partida e a chegada.Por vezes a vida prega partidas as pessoas pra que se saiba dar mais valor quando se esta junto.Tua loba vai voltar,alias,quem nao voltava,sabendo k tem um lobo apaixonado! Luiz, me desculpe a minha ausencia,ando voando,as vezes TB gosto d fazer a vida da tua loba,ando fugida,so que nao tenho toca d lobo pra voltar lol.entao,criei asas e ando voando d ceu em ceu ! Beijos mil com saudades. Rachel

Pensador disse...

Secreta,
Sua visita é sempre bem vinda, obrigado por sua presença no meu cantinho.
Beijo!

Maria Selma,
Eu é que tenho a agradecer o carinho da sua visita.
Esses lugares de vida mais simples, para mim, são maravilhosos para se passar alguns dias, descansando. Uma semana no máximo. Sou uma pessoa de cidade, mesmo. Simplesmente não conseguiria me adaptar ao ritmo de vida desses lugares.
Beijo!

Rachel, querida amiga,
Eu sei que o melhor da partida é a chegada, concordo com você e com o Milton Nascimento. Mas o tempo que existe entre as duas parece arrastar-se muito mais que o normal. E isto doi. Se fosse dolorido só para mim, seria, talvez, mais fácil de suportar. Mas sei que doi para a Loba, também. E isto faz doer em dobro.
Eu tenho percebido que você anda fugida, sim. Às vezes vou passear no seu castelo, mas acabo tendo de sair rapidinho, por causa da alergia ao pó. Na ausência da patroa, a criada não está fazendo o trabalho dela direito, rsrs
Se você criou asas e anda a voar de céu em céu, por que não faz como as aves e voa um pouco para os céus do sul? Convites, sabe bem que nunca lhe faltaram...
Um grande beijo, meu e do meu amor!

José disse...

Olá Pensador!
As separações as ausências são sempre doridas, mas o melhor das partidas são depois a chegadas, como tu disseste, e muito bem. Eu também passei por esse sofrimento ao fim de um ano de ser casado, mas no meu caso era eu que me ausentava, em busca do que aqui ninguém me dava, no entanto já se passaram quarenta anos, e estamos ainda aqui de pedra e cal para o que der e vier.

Um grande abraço,
José.

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

[contem 1 beijo]

Pensador disse...

José,
40 anos já? Meus sinceros parabéns! Espero que a Loba e eu possamos, também, compartilhar toda uma existência, assim.
Sao as dificuldades da vida, servem para testar o amor, isto é fato. Mas continuo a pensar que os testes poderiam não ser assim tantos...
Obrigado pela visita!
Abraços, e um bom final de semana!

António,
Obrigado pela visita! Sinta-se à vontade, sempre que queira vir a este cantinho.
Também gosto muito dos seus blogs, e em especial, de seus ensaios fotográficos.
Aceito, sim, e agradeço, a foto. Até já sei onde a vou colocar, no blog...
Abraços, e um bom final de semana!

Margoh,
Obrigado pela visita!
Beijo, e um bom final de semana!

olhar disse...

passando para deixar um beijo nos dois!

Bia

O Árabe disse...

Mau abraço, amigo; aguardo o novo post. :)

Pensador disse...

Bia,
Obrigado pela visita e pelo beijo!
Um beijo para você, também!

Árabe,
Não será grande espera, prometo!
Abraços!

Secreta disse...

Cadê tu?
Deixo um beijito :)

Pensador disse...

Já apareço mais, Secreta, prometo!
Beijo!