BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Quatro mulheres

Isabel é garota de programa. Independente de qual tenha sido o motivo que a levou à sua profissão, ela gosta do que faz. Trabalha em uma casa noturna de certo nível. Evidentemente, a maior parte do dinheiro que recebe fica com a casa, mas a parte que fica com ela é suficiente para garantir-lhe uma vida confortável.
Para quem não a conhece intimamente, Isabel diz trabalhar em um barzinho da moda, e alega que o salário é bastante complementado pelas gorjetas que recebe. Possui duas filhas, fruto dos dois únicos relacionamentos estáveis que teve em sua vida. Com o pai da segunda, chegou a casar-se legalmente, e enquanto foi casada tentou, realmente, outras atividades. Com a separação,voltou à antiga profissão.
A maioria das pessoas é incapaz de dizer qualquer coisa contra ela, seja por conta de suas atividades, que realiza com discrição, seja por causa das filhas, com as quais é sempre muito amorosa e cuidadosa.

Cláudia é casada, mãe de um casal de filhos, ambos na faixa dos 20 anos. Seu relacionamento com o marido é de altos e baixos. Já tentou separar-se, saiu de casa por algum tempo, desistiu, voltou para ele. Tem com ele uma vida sexual que poderia ser considerada normal, não fosse pelo fato de sentir necessidade de excitar-se em chats e MSN antes de ir para a cama com o marido. Teve relacionamentos físicos com vários de seus contatos virtuais, mas sem chegar a ter envolvimento afetivo com os mesmos. O fato de não trabalhar lhe facilita estes encontros.
Num dos encontros com um de seus parceiros virtuais, conheceu a cidade onde ele morava, cidade não muito grande e não muito longe da dela, e apaixonou-se pelo lugar. Tanto fez que convenceu a família, construiu casa por lá e todos se mudaram.
Ao contrário de Isabel, não esconde tanto as suas aventuras, embora não as tenha contado todas ao marido.
À sua moda estranha, o casal continua junto.

Andrea é mãe de três filhos. Não teve muitos namorados em sua mocidade. Não gosta de sexo, mas obriga-se a ter relações sexuais para agradar o marido. Encara como sendo uma de suas obrigações de esposa, como lavar a roupa e fazer a comida. Trabalha em um supermercado, como atendente. Reclama diariamente do trabalho, mas não se anima a procurar outro. Reclama constantemente da vida, sempre encontrando desculpas para seus fracassos, nunca encarando de frente quais poderiam ser as reais causas de tudo que lhe acontece.
Foge de certas situações que lhe possam ser desfavoráveis. Evita amizades que lhe causem questionamentos a respeito de sua maneira de ser e de pensar.

Carla é uma mulher bem resolvida. Casada há alguns anos, não tem filhos por opção. Ela e o marido possuem uma vida sexual bastante ativa, e todo o tempo procuram um ao outro pelo prazer de estarem juntos. Pelo prazer do sexo e da entrega.
Criam fantasias, algumas que realizam e outras que apenas idealizam. Têm seus jogos e brincadeiras. Têm seus códigos secretos e muitas vezes, em público, conseguem divertir-se com uma determinada situação, sua ou envolvendo outras pessoas, sem que ninguém mais perceba o que se passa.

Quatro mulheres. Quatro histórias. Quatro formas de viver. E nenhum julgamento.


21 comentários:

Andresa disse...

Vim lhe agradecer tão lindo comentario, e me deparo com este belo texto. Que bela colocação Pensador. Não somos ninguem para julgar, não somos perfeitos o suficiente para olhar para vida alheia e criticaR das atitudes .

APLAUSOS, MUITOS APLAUSOS
bJS
ANDRESA

Whispers disse...

Querido pensador!
Por vezes é melhor calar
Não julgar pra não ser julgado
Cada um é como é, escolhe o caminho que bem quer
Quatro Mulheres tão diferentes,umas jogando as cartas como sabem, outras jogando alto para tentarem ser felizes
Vida é um jogo de vencedores e perdedores...para uns a vida cai fácil, outros tem que lutar por os sonhos e por aquilo que querem
Nascemos com regras e elas devem ser obedecidas. Vai estar sempre alguém pronto a levantar o dedo, os juízes tem olhos de cobra,muito fácil ver pó no olho do vizinho do que ver um ramo de uma arvore no nosso.
Os nossos erros São ma sorte na vida, os erros dos outros é porque eles não sao boas pessoas
Bem, meu comentario no fundo quer dizer, as 4 Mulheres tem defeitos e qualidades, São bem pintadas pelas letras do Pensador.e eu sou a quinta Mulher que não vou julgar, vou me calar sair e deixar os meus mil beijos para você e seu amor

Ah, desculpe pensador, hoje me sinto assim, como aviao sem porto, rio sem agua, passaro sem asa.

Rachel

Carla disse...

porque as pessoas são diferentes, porque a vida determina algimas formas das pessoas agirem, porque ser mulher é um prazer, mas nem sempre é fácil...gostei de ler
beijo

A Palavra Mágica disse...

Pensador,

Como julgar este ser (mulher)?

Uma vez quando tentamos, coitada da Madalena, quase é apedrejada, chegou um carinha e disse alguma coisa do tipo: "quem não tem pecado que atire a primeira pedra."

Lembra o que aconteceu?
Lembra como saímos de cabeça baixa?

Pois é: a Mulher deve ser reverenciada sempre, e devemos pedir-lhe perdão sempre pelos julgamentos, por tê-las queimado, matado e exposto ao ridículo.

Um abraço!
Alcides

PS. este é o terceiro comentário que faço em blogs diferentes sobre a mulher e sempre cito trecho de um poema que ainda não postei.
Desta vez não vou citá-lo, ele será o meu proximo post.

Feiticeira disse...

Que ative a primeira pedra quem não tiver cometido um erro, um engano, um ...
Cada qual sabe o que faz e pk faz, agora nós por vezes andamos a dar conselhos aos amigos que amamos a fim de não vemos sofrer, mas sempre respeitando sua decisão

Ótimo final de semana pra ti junto da tua loba

Beijos

Moonlight disse...

Meu Pensador

Seu post retrata pedaços de vidas.
Cada uma da sua maneira.
Cada mulher sabendo o que lhe vai na alma e actuando da sua forma mais bela e pura.É assim que eu as entendo,cada uma á sua maneira.
O resto...só a elas compete.
Julgarmos?Porquê?Quem somos ou pensamos que somos para julgarmos seja quem for?
Eu não julgo ninguem.
Mas sim gosto de respeitar as pessoas da maneiras que elas são da mesma forma que gosto que me respeitem.
Se esta humanidade se preocupasse mais consigo mesma ,o mundo seria tão mais belo.
Agora uma graçola!!!!!!!!!!
Se a nossa amiga Rachel é a quinta mulher eu serei a sexta(mas "aluada",hahahaha) a sair daqui deixado-lhe meu amigo,

Um bjinho cheio de luar

Bia Maia disse...

Simplesmnete fantástico!!
Me fez me lembrar de mim e de minhas irmãs....somos três MULHERES!!!
E 3 mulheres completamente diferentes!!!
"Três mulheres. Três histórias. Três formas de viver. E nenhum julgamento..."

AMEI!!!!!!!

E é exatamente assim conosco!

beijos com meu amor!

Pensador disse...

Andresa,
A ideia foi mesmo esta, colocar situações tão diversas entre si, sem julgá-las. Alguma é melhor ou pior? Não sei. Apenas diferentes.
Obrigado pela visita e pelo carinho.
Beijos!

Rachel,
De fato, a intenção foi relatar, não julgar. Ao julgar, expomos as nossas próprias falhas, mais que as de quem julgamos. Como você bem disse, vemos o pó no olho do próximo, mas não vemos a árvore no nosso.
Espero que já se inta melhor. Com porto, com água, com asas para voar.
Beijos meus e do meu amor!

Carla,
Respeito muito vocês mulheres. Vocês têm a magia em si. E a força para vencer, mais que nós homens.
Beijo!

Alcides,
Não por acaso, na minha opinião, as mulheres estão presentes nas mais belas passagens da vida desse "carinha".
Porque elas é que são especiais. Nós apenas podemos aprender com elas.
Abraço!

Feiticeira,
Concordo com você. Aconselhar, sim. Julgar e desrespeitar a decisão, jamais.
Minha Loba manda-lhe beijos junto com os meus.
Bom final de semana!

Moonlight, minha lua!
Esta é a ideia. Mostrar. Retratar sem julgar. Aceitar e respeitar cada opção. Todas diferentes. Mas todas, sobretudo, mulheres.
Que sabem o que querem e como querem.
Um beijo e um uivo!

Bia,
Não sei sobre você mais do que leio em seus posts.
Nem sei de suas irmãs, claro.
Mas sei que o importante é que sejam como devem realmente ser: joias únicas.
Lindas flores no jardim da vida.
Beijo!

Daniel Costa disse...

Pensador

Um óptimo artigo de pura sociologia, quatro temas interessantes advir de casos casos de um psicólogo.
Virão do mundo real e não do ficcional.
Abraço,
Daniel

Whispers disse...

Ola querido Pensador!
Quinta(wicca) Mulher passando pra lhe desejar uma boa semana.
Que seus fim de semana tenha sido de paz e muito, muito. muito amor
Beijos mil para voces
Rachel

Ferreira-Pinto disse...

Caro PENSADOR uma abordagem lúcida e escorreita a vidas tão díspares e no entanto tão comuns ao nosso quotidiano.
Na diferença, encontramos a força que nos une e a argamassa que nos faz avançar. Também é aí que temos o vislumbre do que é a autêntica riqueza do ser humano!
Apreciei particularmente o remate final. Porque, de facto, devemos abster-nos de juízos morais sobre a vida alheia.

Pensador disse...

Daniel,
Não sou psicólogo, e não me arrisco a dizer o que um deles diria das situações.
Apenas apresentei quatro "retratos" de quatromulheres diferentes.
Abraço, amigo!

Rachel,
Uma boa semana para você também, amiga.
Meu final de semana poderia ter sido um pouco melhor do que foi. Minha Loba precisou viajar novamente, e senti demais a falta dela.
Beijos carinhosos!

Ferreira-Pinto,
De fato, são situações que qualquer pessoa pode encontrar semelhantes. Ou completamente diferentes, o que enriquece a vida ainda mais.
E, como já foi dito, atire a primeira pedra quem nunca errou. Então, não há por que julgarmos, jamais.
Abraço, amigo!

Escrevo Palavras e Choro Poemas... disse...

Nao tenho medo não! srsrs amei seu blog e estarei marcando presença sempre que puder! bju!!

O Árabe disse...

Contundente post, amigo. Mas a verdade é que não nos cabe, mesmo, julgar... até porque cada um responde pelo caminho que escolhe. Abraço, boa semana!

Vento disse...

E quem somos nós para julgar...

Abraço

Moonlight disse...

Meu Pensador

Passei para te desejar um dia bom e dizer que tenho saudades de ler tuas palavras.

Um bjinho amigo cheio de luar

uminuto disse...

porque ser mulher é ser vida, independentemente de tudo o mais

Secreta disse...

Ninguem tem o direito de julgar ninguem! Podemos não concordar com as pessoas em vários sentidos , mas julgar, é repreensivel.

Pensador disse...

Escrevo Palavras e Choro Poemas,
Seja sempre bem vinda.
Beijo!

Árabe,
De fato, não nos cabe julgar.
Além de cada pessoa ter o direito de seguir o caminho que escolhe, ao julgar a pessoa estaria assumindo uma postura de ser melhor que o julgado. E acho que ninguém tem este direito...
Abraço!

Vento,
Não somos ninguém para julgar, amigo... De fato...
Abraço!

Moonlight,
Fico feliz com a sua visita, amiga.
Um bom dia para você, também...
Beijos e um longo uivo!

uminuto,
concordo, ser mulher é ser vida. E esta é a mais sublime capacidade das mulheres, na minha opinião, dar vida.

Secreta,
Concordo, ninguém tem o direito de julgar. icordar é saudável, julgar não.

Whispers disse...

Querido Pensador
Venho lhe desejar um resto de uma semana maravilhosa, vou me ausentar amanha, sem data de voltar.
Obrigao pela sua amizade, seja distante ou perto amizade tem o mesmo sabor.
desejo-lhe felicidades em tudo na sua vida
Beijos mil para voce e seu amor
Rachel

Pensador disse...

Rachel,
Desejo que a sua viagem lhe traga boas notícias e novas perspectivas. Li que você viaja por motivo de saúde, espero sinceramente que seja para que volte ainda melhor do que parte.
Seus comentários farão falta no meu pequeno cantinho.
Beijos e desejos de sucesso, meus e do meu amor!