BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Conto de Natal

Não era capaz de acreditar em seus próprios olhos. Ali, diante dele, a paixão secreta de toda sua vida. A mulher que ele sempre amou e desejou em seus sonhos mais íntimos.

Sempre acompanhara sua carreira, conhecia seus trabalhos. Assistira a todas as novelas que fizera, a todos os filmes. Não tinha condições de assistir às peças de teatro, mas até mesmo aquele disco que ela gravara ele comprou, mesmo que sua voz para cantar não fosse lá estas coisas. Mas nada disto importava. Para ele, ela era divina. Não tinha defeito algum. Era perfeita. E agora estava ali, à sua frente. Um sonho realizado. E ele teria a possibilidade de serví-la.

As queixas que tivera, até aquele momento, com relação a trabalhar no natal, simplesmente evaporaram-se. Por milagre, aquele passou a ser o melhor natal de sua vida. Iria atendê-la. Seria um fato para lembrar-se para sempre.

Ela parecia um tantinho tonta. Sem grandes problemas, certamente estaria vindo de alguma festa onde bebera um pouco demais. O homem que a acompanhava aparentava estar mais sóbrio. Lembrava-se de ter visto alguma reportagem onde aparecia uma foto dele, era o namorado da vez. Ninguém que importasse a ele, mesmo porque, conhecendo-a, sabia que o namoro não duraria tanto tempo assim.

Foi o homem que dirigiu-se a ele e fez o pedido. Ela acrescentou, com a voz pastosa, uma solicitação de urgência. Vindo de sua deusa, qualquer vontade era a mais absoluta ordem. Ele apressou-se em atender. Para ela, sempre o melhor.

Quando voltava, estava acontecendo. Nunca soube a razão do início da discussão, mas estava pegando fogo. Chegou, eles estavam na fase de troca de insultos:
- Você é uma vadia bêbada! Acha que é tudo isso? Não, você não é mais nada!
- Você é um estúpido! Um animal! Não sei o que me deu para querer ficar com você!
- Provávelmente estava bêbada, como sempre! Você não passa de uma velha atriz decadente, que só consegue algum papel quando um autor sente pena!
- Mas é esta atriz decadente que paga as suas contas, não é?
- Grande coisa, acha que assim me compra? Eu sou homem demais para o que você merece!
- Então, se é assim, mostra que eu não mereço e some da minha frente!

Ele assistia a tudo, quieto, impassível. Apenas quando o namorado tentou bater nela que ele se intrometeu entre os dois, e não deixou que acontecesse:
- Por favor, o senhor pode se retirar do estabelecimento?
- Quem você pensa que é para falar comigo assim?
- Sou apenas um funcionário daqui, mas posso chamar a polícia, se for necessário.
- Sabe com quem você está falando?
- Com uma pessoa que está perturbando a ordem do estabelecimento e ameaçando outra pessoa de agressão. Creio que, para a polícia, isto basta.
- Isto não vai ficar assim. Você está ferrado na minha mão, cara! Vai ver só!
- Sem problemas, não me incomodo em ver, desde que o senhor se retire daqui.

O namorado virou-se para ela:
- Vamos embora!
- Não! Eu não vou com você! Pode ir e sumir da minha vida!
- Você é quem sabe. Depois vai correr atrás de mim outra vez.

Virou as costas e saiu. Ela caiu em uma crise de choro.

Em uma mistura de sentimentos, aliviado pela partida do namorado, consternado com a situação dela e excitado pela proximidade, ele aproximou-se da atriz:
- Calma, está tudo bem, agora. Vou trazer-lhe um copo de água.
- Obrigado. Você foi um herói para mim, nesta noite...

E desandou a falar. Reclamou do namorado, de como não suportava sua brutalidade, de como era infeliz, de como ele a destratava, disse que não sabia onde estava com a cabeça que continuava a aceitar aquela situação... Aos poucos, conforme ela falava, os efeitos do álcool começaram a diminuir.
- Obrigado por ter me escutado, por me fazer companhia. Eu me sinto, hoje, a pessoa mais desgraçada do mundo. Ao menos você foi um ombro amigo para eu me apoiar. Não estou me sentindo bem, preciso ir para casa. Você tem como conseguir um taxi para mim?
- Eu posso procurar algum número e telefonar. Mas, se a senhora quiser, em 10 minutos eu termino o meu horário e saio. Teria grande prazer em dar-lhe uma carona, se não se importar, é claro!
- De maneira alguma, seria muito abuso da minha parte.
- Não, eu a levo com prazer, e a deixo em segurança na porta da sua casa. Sou seu fã, e nada me daria uma alegria maior do que poder fazer-lhe isto.
- Tem certeza de que não vou atrapalhar? É natal, sua família deve estar esperando...
- Não, não vai. Não tem ninguém me esperando, comemorei o natal antes de vir trabalhar.
- Tem certeza mesmo?
- Sim, tenho!

Ela concordou, e aguardou. Tão logo ele concluiu seu horário, correu para trocar o uniforme pela sua própria roupa, e veio encontrá-la.
- Desculpe o meu carro, é bem simples. Carro de pobre...
- Você está me fazendo uma gentileza e eu ainda vou me incomodar com alguma coisa? Claro que não...

Entraram no carro, ele perguntou para onde iriam e ela deu-lhe o endereço. Ele ligou o motor e e partiram.

Aos poucos, com o balanço do carro, os efeitos remanescentes do álcool e o relaxamento da tensão, ela adormeceu. Sua cabeça encostou de leve no ombro dele. Ele passou a dirigir com muito mais cuidado, para que ela não acordasse até que chegasse em casa.

Não importava a ele que provavelmente, quando se levantasse no dia seguinte, nem se lembrasse do ocorrido. Não importava que ela sequer soubesse o seu nome. Não importava que, certamente, naquele mesmo dia o namorado estaria de volta, usufruindo do conforto até que ela definitivamente se cansasse dele e arrumasse outro namorado, que também iria apenas aproveitar-se dela. Naquele momento, era no ombro dele que ela se encontrava adormecida. Era no carro dele que ela estava. Era ele que sentia-se o homem mais feliz do mundo. E que considerava ter recebido uma grande dádiva como presente de natal.

16 comentários:

Feiticeira disse...

Olá Meu Amigo

Desculpa o atraso, mas ando em ferias e vejo o pc pouco rsss

Espero k tenhas tido um lindo natal e agora venho lhe desejar um 2010 de muito AMOR , muita saude, muito carinho e que neste ano k logo se inicia consigas estar cada vez mais juntinho da tua Loba

Beijinhos a vcs e feliz 2010

Whispers disse...

Querido Pensador.

Teu conto é muito lindo, me fez pensar que os desejos as vezes São como sonhos, e sonhos São só para se ter quando estamos a dormir.

Um sonho vale mais do que a realidade, e na verdade foi o que o Homem do teu conto teve, um sonho de ter a atriz que ele desejava no ombro dele a dormir, mesmo que fosse pelo enfeito de estar embriagada.

Também este Natal eu sonhei, desejei antes do Natal, só que acabei por compreender que meu sonho era só meu, e que eu é que o tinha sonhado sozinha.

Ainda esperei pelo milagre do meu sonho, esperei ate a ultima como criança que espera o Papai Noel.
Mas, acordei e passei o Natal sem sonho, sem desejos, simplesmente OUTRO NATAL.
Desejo que o teu Natal tenha sido Mágico e que a magia ainda esteja em teu lar, na tua Familia e no teu coração
Continuação de boas festas para ti, tua Amada e restante Familia
Mil beijos distantes, perdidos em sonhos
Rachel

Moonlight disse...

Meu Pensador,

Desejo de coração que seu Natal tenha sido sereno e cheio de Amor.
Que a Paz e a saude acompanhem seu ano e de sua Loba amada.
Que tudo de bom vos oferte este Novo Ano e que o Amor entre vós nunca encontre caminhos menos bons e floresca cada vez mais.
Bjinhos meus cheios de luares,e a continuação de boas festa s meus amigos!

Graça disse...

Pensador,

Venho desejar tudo o que te fizer feliz, para o Ano Novo, que está à porta. [e gostei muito do teu conto.]

Beijo de carinho para os dois.

Pensador disse...

Feiticeira, querida,
Não se incomode com o atraso. Também eu quase não tenho chegado perto do pc e ando cheio de coisas para ler e comentar.
Também espero que seu natal tenha sido maravilhoso, e que 2010 seja um ano ainda melhor, para você e sua filha. Tenho certeza de que neste ano estarei muito mais junto da minha Loba.
Um grande beijo!

Rachel, querida amiga,
Você sabe bem a minha opinião sobre sonhos, eles existem para nortear a nossa realidade. São os objetivos a perseguir.
Talvez alguns nunca sejam realizados. Outros, maiores ou menores, com toda a certeza serão. O importante é que nunca descuidemos deles. Que os persigamos e façamos de tudo para realizá-los.
Seu sonho neste natal não foi realizado. Mas este não é o último natal da sua vida. Quem lhe garante que ele nunca será realizado?
Um grande beijo, meu e do meu amor, e o desejo de que em 2010 seus sonhos a surpreendam de tanto que se realizem.

Moonlight,
Também deixo a você e sua filhota meus desejos de um ano de 2010 cheio de amor e alegrias.
Obrigado pela amizade.
Um beijo, e um uivo!

Bia Maia disse...

Meu querido e sua Loba!!!!

Um dos maiores prazeres foi lhe ter em meu blog em 2009!

Seus comentários são sempre bem vindos!!

Lhe desejo que seu 2010 venha cheio de AMOR, alegria, e que a gente continue sempre NOS OLHANDO DENTRO DOS OLHOS...

Um beijo com muito carinho!!

Biazinha

Feiticeira disse...

Meus Keridos Amigos

Que papai do ceu em 2010 lhes tragam ainda mais amor, muito carinho, muita saude e k os deixem mais perto fisicamente, pk sabemos o coração de vcs bate no mesmo tempo

Beijinhos aos dois e até ano k vem

Anjo azul disse...

Quisera eu que cada uma das minhas palavras, fossem mil anos de felicidades, para ti e para todos os que guardas em teu coração
Sinceros desejos que 2010 te traga o mesmo que para mim desejo
Saúde, paz, alegria e muitas felicidades
Abraço
Anjo Azul

O Árabe disse...

Assim é, amigo. Não pode haver presente maior do que realizar um sonho. Belo conto! :) Feliz Ano Novo!

Daniel Costa disse...

Pensador

Um belissimo e interessante conto de Natal, como se fora um sonho do imaginário. Diga-se como se fora um conto policial da Natal, como os de O. Hery.
Bom ANO de 2010.
Abraço
Daniel
Abraço

Pensador disse...

Graça,
Um excelente 2010 para você, também, com muita paz, saúde, alegria e realizações.
E que continue a nossa amizade no ano que se inicia.
Beijo!

Bia,
Agradeço sua amizade, seu carinho, visitas e comentários em 2009.
E que, em 2010, nossa amizade não apenas continue, mas cresça.
Beijos!

Feiticeira,
Tenho certeza de que Ele vai nos dar de presente essa maior proximidade.
Desejo a você também tudo de bom no ano que se inicia.
Beijos meus e da Loba!

Anjo Azul,
Sua visita e palavras já são um bálsamo de alegrias nos corações meus e da Loba, amigo!
Um excelente 2010 para você, também.
Abraços!

Árabe,
Que este presente de realizar um sonho esteja presente todos os dias de sua vida.
Feliz 2010.
Abraços!

São disse...

Para si e para sua Loba e para quem mais desejar que 2010 lhe deixe lindas memórias quando findar!

Um abraço pra vós.

A Palavra Mágica disse...

Amigo Pensador,

Parabéns por mais um texto estraordinário.

Que 2010 venha para nós com muita inspiração.

Um abraço a ti a sua Loba!
Alcides

Whispers disse...

que teus sonhos se realizem
Que as pontes nunca caiam
Que seja um ano magico de amor,paz e alegria
Outro ano que viramos a pagina deste livro.
Outro ano para viver as conquistas novas e trazer as velhas que ainda fazem parte do nosso ser.
Querido pensador,levanto meu copo, e desejo a vocês o melhor que a vida tem.
Desejo que o teu primeiro beijo de meia noite, que de certeza sera a tua amada, seja um beijo de promessas de verdadeira felicidade.
Obrigado por teres feito parte da minha vida nestes anos que nos conhecemos,obrigado por tua amizade e carinho
beijos com carinho e amor em ti e teu amor.
Feliz Ano Novo
Rachel

Sol e Mar disse...

Belo conto!
Tudo de bom, hoje e sempre*

Pensador disse...

Daniel,
Longe de mim a pretensão de comparar estas toscas palavras aos deliciosos contos de O.Henry.
Agrtadeço sua visita e desejo a você e todos os seus um excelente 2010.
Abraços!

São,
Ao menos para mim e para a minha Loba, acredito piamente que 2010 será um ano marcante, de boas notícias. Espero que seja também para você e os seus, também.
Abraço!

Alcides,
Que as musas vigiem por nós ao longo de 2010.
Obrigado pela visita!
Um abraço meu e um da minha Loba!

Rachel,
Tenho certeza de que este ano será um ano de sonhos realizados, ao menos para mim e para a minha Loba. Da mesma maneira, espero que seja um ano de sonhos realizados para você, também, também com muito amor, paz e alegrias.
Sua presença em nossas vidas é de valor inestimável. Tem sido amiga e companheira de muitas horas, boas e ruins, ao longo destes anos que nos conhecemos. Realmente peço a Deus que esta amizade e companheirismo continue entre nós em 2010 e pelos anos vindouros.
Feliz Ano Novo para você também.
Um grande beijo, meu e do meu amor!

Sol e Mar,
Obrigado pela visita!
Tudo de bom, e um bom ano para você!