BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Contando as horas e os dias.

Novamente é preciso
Que você viaje.
Outra vez sua ausência
Gritará ao meu redor.
Nossa cama vazia lembrando
Os momentos de amor e paixão.
O silêncio da sala me faz pensar
No som da sua voz.
O programa favorito
Perde toda a graça.
Já não me preocupo
Em por a mesa para comer,
Me contento com o prato no colo,
Enquanto olho a tv.
Às vezes a deixo ligada,
A encher de vozes o ar,
Um pobre paliativo
Por não podermos conversar.
Em angústia conto horas
Até poder lhe ligar
E jogando conversa fora,
Mais próximo de você ficar.
Trocamos sms
Todo o tempo que podemos
E, em grande parte do dia,
É este o contato que temos.
Esta saudade, admito,
Não é um sentimento nobre.
Ainda que seja bonito
Falar dela com verdade,
Me traz um vazio tão grande,
Me dá uma melancolia imensa,
Que não importa o esforço que eu faça,
Com certeza ele não compensa,
Pois sem você aqui comigo,
Qualquer rima que eu escreva
Acaba por ser rima pobre.

Amada minha, saiba sempre que sinto demais a sua falta durante as viagens. E, como diz a música que acompanha este post, eu conto os dias, conto as horas pra te ver.
Te amo, minha Loba!




6 comentários:

Whispers disse...

querido pensador!
Em cada partida uma chegada.
Por vezes se tem que deixar ir quem amamos
Confie, acredite e deixe ir. Se voltar, está sempre unida contigo. Se não voltar, nunca foi tua.
mil beijos em voce e seu amor
Rachel

Vento disse...

Ela voltará rapidamente para os seus braços.

Assim diz o destino dos que se amam.

Abraço

Secreta disse...

E o reencontro é com certeza inesquecivel! :)

Graça disse...

O quanto nos enchem de vazio essas ausências... como eu te entendo.

Beijinhos, querido, para ti, para a tua Loba, para o vosso amor.

Mariana disse...

Lindo.
Precisamos do amor,da saudade, enfim de todos belos sentimentos para sermos felizes.
Lindo o blog.
Agradeço tua visita e belas palavras.
bjs

Pensador disse...

Rachel, querida,
Sim, eu confio em minha Loba, até mais que em mim mesmo. Sim, eu sei que ela volta, como já voltou.
Apenas doi ter de deixá-la.
Um grande beijo meu, e do meu amor!

Vento,
Ela voltará, eu sei. Apenas cada minuto longe dela é uma tortura.
Abraços!

Secreta,
O reencontro é sempre a melhor festa.
Obrigado pela visita.
Beijos!

Graça,
Eu sei que você entende quando eu digo que a ausência doi, e não é pelo medo de perder.
Um grande beijo meu, e um pela minha Loba, também.

Mariana,
Se não fosse pelo meu amor, este blog nem mesmo existiria. Ela é tudo para mim, é a minha própria vida.
Obrigado pela visita.
Beijos!